Impostossauro fala sobre os entraves para a Reforma Tributária

A Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e a Câmara dos Dirigentes Lojistas Jovem (CDL Jovem) realizam no próximo dia 27 de maio de 2021, a 15ª edição do Dia Livre de Impostos (DLI), que será realizado em todo o país, com o objetivo de conscientizar a população sobre a alta carga tributária existente em nosso país e sobre a importância da aprovação urgente da Reforma Tributária pelo Congresso Nacional.

O DLI 2021 contará com ações simultâneas em mais de 1.200 cidades. Devido à pandemia da COVID-19 e às medidas de isolamento e de distanciamento social, o DLI será realizado de forma online e também presencial em pontos estratégicos.

No dia 25 deste mês, ocorrerá live com a participação do presidente da CNDL, José César da Costa, e do coordenador do DLI, Raphael Paganini, e de autoridades convidadas. O tema será a Reforma Tributária. Os participantes apontarão caminhos para simplificação dos tributos e impostos e como melhorar a atratividade do Brasil para investimentos.

A ação tem ainda como objetivo manifestar críticas à burocracia excessiva do país, que tanto prejudica o desenvolvimento empresarial e o nosso ambiente de negócios. Este ano, a ação torna-se ainda mais importante diante da pandemia da Covid-19 que afetou de forma avassaladora as empresas. A retomada econômica do país depende da reformulação do sistema tributário brasileiro.

A equipe da Varejo SA conversou com o Impostossauro, o vilão do Dia Livre de Impostos, para entender a complexidade tributária do país e os entraves para a Reforma Tributária. O personagem símbolo da campanha representa o impacto destruidor dos impostos sobre o poder de consumo e do crescimento econômico. Ultrapassado e agressivo, ele é capaz de devorar nosso dinheiro em uma mordida.

Confira a seguir a conversa que tivemos com ele:

Varejo SA – Impostassouro como você surgiu?
Impostassouro – Vou fazer um breve histórico e contextualizar vocês sobre como eu surgi. Começa lá no Brasil Colônia. Quem não se lembra de Tiradentes, que ficou conhecido como herói nacional e um mártir da Inconfidência Mineira? O inconfidente foi executado no chamado Dia da Derrama, em que eram cobrados da população os impostos atrasados. A ideia dos inconfidentes era protestar contra os abusos da Coroa de Portugal, alertar as pessoas sobre o plano de libertação e, em seguida, prender o governador Visconde de Barbacena. Mas o plano não deu certo: Tiradentes foi traído por um companheiro de luta, e aconteceu o que já sabemos, foi enforcado. Quando o enforcaram pelo ato, eu estava presente, e na verdade, era eu quem deveria ter sido enforcado, confundiram os personagens. Fiquei escondido por muito tempo me alimentando e comendo uma boa parte dos bens da sociedade, sem nem mesmo a população perceber. Mas há 15 anos atrás, a CDL Jovem me descobriu e tem me exposto para a sociedade.

Varejo SA – Hoje em dia, existe algo que te preocupa?
Impostassouro – A CDL Jovem, porque eles estão me expondo perante a sociedade, empresários e políticos.

Varejo SA – Por quê a CDL Jovem te preocupa?
Impostassouro – A CDL Jovem tem uma campanha chamada Dia Livre de Impostos, que me persegue há 15 anos. Mais um ano para o Brasil inteiro vai me julgar, questionar e pressionar para que eu me entregue e faça algo diferente.

Varejo SA – Fale mais sobre essa campanha que tanto te atormenta.
Impostassouro – O Dia Livre de Impostos é uma ação realizada pela CDL Jovem há 15 anos, com o objetivo de conscientizar a população sobre a alta carga tributária. Neste dia, as empresas comercializam produtos e serviços sem impostos, desta forma, fico exposto a todos. Este ano, além de divulgar as ações no site www.dialivredeimpostos.com.br, vão realizar lives nas redes sociais debatendo o tema com especialistas e mostrando a indignação da população com a complexidade e a alta carga tributária. Estão me escancarando para sociedade.

Varejo SA – Como você se enxerga no mundo de hoje, em meio à tecnologia e inovação, em um mundo disruptivo, mais dinâmico e leve?
Impostassouro – Eu sei que sou arcaico e ultrapassado, porém, não me importo muito com o país e o desenvolvimento econômico. Penso que devo ser assim e continuar avassalador em minhas mordidas.

Varejo SA – E o futuro? Você não acha que agindo assim prejudicará o futuro da nossa nação?
Impostassouro – Eu não me preocupo com o futuro! Tenho estabilidade e controle da situação. Ninguém quer me enfrentar! Só uma coisa que me preocupa no futuro.

Varejo SA – E o que te preocupa?
Impostassouro – Com essa ação de conscientização da CDL Jovem, passei a ser questionado e mais conhecido. A população entende o quão responsável sou pela falta de retorno aos serviços essenciais para a sociedade e qual a minha parcela de culpa no desenvolvimento econômico do país. Isso é a única coisa que tira o meu sossego.

Varejo SA – Você tem alguma consideração final?
Impostassouro – Estou cansado de todo ano ser o vilão, e sei que preciso mudar. Estou disposto a mudar, e espero um dia poder devolver mais benefícios para sociedade. Prejudicar a população nunca foi meu objetivo, e para isso, conto com todos vocês, a CDL Jovem, os empresários e a população.

Neste sentido, mostrando minha boa-fé, quero fazer um combinado com a CDL Jovem para que eles possam realizar o ato de protestar com minha figura, porém, quero um acordo entre as partes para que eu não saia prejudicado.

Fonte: Revista Varejo S.A
Autor: CNDL

Comentários

Olá, como posso ajudar?

Olá, como posso ajudar?